terça-feira, 16 de junho de 2015

Dores nos joelhos, lombar, ombros? Pode ser encurtamento!

Normalmente quando falamos de encurtamento muscular, estamos falando daqueles alunos que, quando um professor diz que ele deve realizar um supino encostando a barra no peitoral a primeira coisa que ele diz é a seguinte: "Não dá, tenho o ombro ferrado, vou sentir dor!", ou também em um Agachamento Livre, quando o aluno não consegue agachar com grande amplitude sem tirar os calcanhares do chão. Um último exemplo é aquele que não alcança a ponta dos pés.



Como tratar e corrigir o problema?

Não basta somente aumentar a amplitude de movimento, pois fazendo apenas isso, este aluno realmente sentirá as dores que eles relatam ter. Antes devemos baixar a carga pois este aluno encurtado não tem preparo físico em ângulos maiores de movimento.

É difícil convencer alguém de que ele teria melhores resultados baixando a carga de um exercício vocês não acham?

Pois na verdade devemos nos condicionar fazendo um movimento correto e completo, pois vários estudos comprovam a eficácia e vantagens de se fazer o movimento correto que diz ser com grandes amplitudes. Leia uma matéria clicando aqui.

É importante também inserir um trabalho de flexibilidade da musculatura encurtada antes de realizar o exercício(esqueçam o artigo que diz que o alongamento diminui a produção de força em atletas, pois estamos falando de musculação, e não de atletismo onde realmente é necessário utilizar o "stifness muscular" para ganho de performance em uma competição!) assim diminuímos a rigidez da musculatura em questão, que acompanhado de um aquecimento articular localizado, faremos com que este aluno prepare melhor determinada articulação que ele relata ter dores e tentar aliviar a tensão desta região para começar os exercícios