terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Como diferenciar um professor ruim de um bom professor.

Quando você perguntar para o professor ruim sobre algum exercício ele vai responder que o exercício "pega mais", "força", "ferra a articulação", "queima mais" , já o bom professor vai dizer que o exercício "solicita" ou "recruta" mais fibras ou "sobrecarrega" determinada articulação, "aumenta a alavanca", gera mais "tensão muscular"



 O professor ruim diz que você deve fazer o exercício até um ângulo de 90 graus para não "forçar" a articulação, já o bom professor vai dizer que você deve fazer o exercício com grandes amplitudes(em breve um post com os benefícios e mitos sobre amplitudes de movimento)

O professor ruim diz para você "dobrar" e "esticar" os braços, o professor bom diz para você "flexionar" e "estender".

O  professor ruim indica tomar um suplemento pra "secar", "rasgar", "dar um pique", "dar um gás", já o bom professor te indica uma nutricionista.

O bom professor estuda além da sua área, para poder ajudar alunos com osteopenia, osteoporose, condromalacia, tendinites, bursites, lesão labral, epicondilites, síndrome do impacto, artrites, artroses, hérnias de disco, diabetes, operações de menisco, ligamentos cruzado anterior e posterior, pressão alta, obesos, etc.

O mau professor fica apenas no 3x15 (para queimar mais) 4x10 (para ganhar massa), e quando chega algum aluno com algum tipo de lesão ele já não sabe oque fazer.

Acho importante que meus alunos saibam o "porquê" de determinada ordem de exercício, tempo de intervalo,  da importância de cada detalhe do treinamento, pois assim, o aluno assimila melhor e também percebe a diferença entre um bom profissional e um enrolador.

O bom professor vai achar esse texto construtivo, já o mau professor vai se sentir ofendido.

Sempre gostei de estudar e entender o treinamento que indico a meus alunos, quando arrumei meu primeiro emprego em uma academia eu enrolava meus alunos com estas questões acima, pois ainda estava no inicio dos meus estudos, porém após ter contato com ótimos profissionais em grandes academias, e através de muitas pesquisas fui adquirindo um pouco mais de conhecimento, e gosto muito de compartilhar com todos os interessados em aprender comigo, sejam outros profissionais da área ou pessoas que gostam de aprender um pouco mais sobre seus treinos na musculação.